Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Amigo Constantino

"Felicidade em pessoas inteligentes é a coisa mais rara que conheço" Ernest Hemingway

Amigo Constantino

"Felicidade em pessoas inteligentes é a coisa mais rara que conheço" Ernest Hemingway

15
Mar20

TRENDS: COVID-19 O Corona Virus

covid_19.png

Ora muito bom dia a todos,

Espero que se encontrem bem, e resguardados no vosso lar.

Pois é, este é o tema que tira qualquer um do sofá, mas que também não o deixa ir muito mais longe...

Hoje, ao fim de aproximadamente um ano e meio decidi voltar a escrever aqui, usar esta plataforma para expressar a minha modesta opinião sobre aquele que é hoje o vírus mais temido na terra.

A situação é dramática, a esta hora devem de haver cerca de 20.000 casos na Europa, e em Portugal cerca de 200...

Quando digo que a situação é dramática, o meu objetivo não é semear o terror, não é promover o pânico, muito menos a corrida desenfreada aos supermercados e farmácias. O meu objetivo é alarmar e transmitir a minha opinião.

É importante olhar aos números e se olharmos à exponencialidade que já existe cá, e que foi registada noutros países a tendência é que o numero de infetados suba entre 50 a 80% por dia numa fase inicial. Se imaginarmos o numero de infetados a subir exponencialmente durante 10 dias a um ritmo de 50% significa que daqui a 10 dias existiriam em Portugal cerca de 19.000 infetados, o que iria "destruir" o nosso sistema de saúde, e também a economia do nosso país. Então o que é que Portugal pode fazer para evitar este cenário?

Portugal tem uma grande vantagem em relação a outros países da Europa, fomos afetados mais tarde, e temos por isso o exemplo do que pode acontecer e tempo para agir.

Qual é o meu ponto de vista? Tem de ser tomadas medidas, medidas duras, que terão um grande impacto económico e social, mas que terão de ser tomadas mais cedo ou mais tarde. E neste caso, quanto mais cedo melhor.

Portugal não tem, neste momento, capacidade para lidar com um surto destes. O nosso sistema nacional de saúde, apesar de ter bons profissionais, demonstra-se incapaz de lidar com as situações "normais" que vão ocorrendo, pelo que não terá capacidade para gerir um numero alto de infetados. Neste momento, com um numero muito pequeno de infetados, já conseguimos ouvir que faltam EPI's aos médicos, enfermeiros, e bombeiros que contactam com os doentes. Já sabemos, apesar do Estado não admitir, que o numero de ventiladores é insuficiente para lidar com um surto destes. E por fim também sabemos que não existem quarto e camas para os doentes, já não existiam antes... Podem comparar a nossa capacidade de resposta com a de outros países aqui: https://www.pordata.pt/Europa/Camas+em+hospitais+por+100+mil+habitantes-1700

Para mim é incompreensível o facto de não se fecharem as fronteiras de imediato, permitindo apenas o regresso de quem esteja lá fora, mas com obrigatoriedade de uma quarentena. Continuamos a receber pessoas de todo o mundo, que circulam livremente de carro, de barco e de avião, e que vêm para cá sem qualquer tipo de controlo.

Na minha opinião, e à semelhança das medidas que já estão a ser tomadas, inclusive no nosso pais ( nos Açores e na Madeira), é necessário estabelecer de imediato isenções às pessoas e às empresas para que se possa ficar realmente em casa. O Estado devia de cessar de imediato o pagamento de agua, gás, eletricidade e impostos.Tem de partir do Estado a ordem de quarentena, isto é, não podem ser as empresas a tomar a decisão de fechar. As empresas têm contractos com os seus clientes e vão imcumprir, e os clientes que agora defendem a quarentena depois vão exigir ser ressarcidas pelos atrasos..

Sou diretor geral numa empresa onde trabalham cerca de 30 pessoas, mas se por cada pessoa juntarmos um conjugue e dois filhos, então temos impacto direto na vida de 120 pessoas. Gostava de contar com o apoio e esclarecimento das entidades competentes, mas nada está a ser feito para que se possa ficar em casa em segurança e assim estagnar o vírus. As empresas não podem simplesmente fechar, e daqui a um tempo incerto, mas que será de pelo menos 1 mês, regressar com centenas de milhares de euros de dividas ao estado...

Eu compreendo que é difícil perceber mas é preciso parar! Eu sei que irá custar muitos milhões aos cofres do Estado, mas também sei que quanto mais tarde for, mais dinheiro irá custar... E mais vidas, e mais médicos e enfermeiros...

Deixo também aqui o meu apelo a todos os cidadãos que estão atualmente em Portugal, fiquem em casa! Se puderem trabalhar a partir de casa, façam isso! Reduzam ao máximo o contacto social e assim conseguiremos controlar a epidemia. Não acreditem em toda a informação que vos aparece à frente, reduzam as fontes, vou deixar em baixo o site da Direção Geral de Saúde e da Organização Mundial de Saúde.. Tirem informação daí, o resto esqueçam porque infelizmente há muito ladrão a tirar partido desta situação, que se alimentam com o medo e desespero dos mais desfavorecidos...

https://covid19.min-saude.pt/

http://www.euro.who.int/en/home

 

Um bem haja a todos e que isto passe depressa...

 

Mais sobre mim

foto do autor

Social Networks

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Favoritos

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D